A contribuição da genética ao rendimento esportivo é conhecida há muito tempo, e diversos estudos demonstraram a hereditariedade dos fatores da condição física e as predisposições que parecem existir psicologicamente.

Portanto, a variação genética e os fatores genéticos contribuem para o rendimento no esporte, e influem na maneira como as pessoas respondem ao treinamento.

Segundo diversos estudos, os fatores genéticos contribuem de 20 a 50% na variação individual para determinadas características relacionadas ao rendimento esportivo.

Fatores genéticos e fatores ambientais

 

O rendimento esportivo é o resultado da contribuição e interação de muitos fatores que interagem reciprocamente. Tais fatores são classificados como fatores genéticos e fatores ambientais.

Os fatores genéticos são variações na sequência do DNA (os polimorfismos genéticos), relacionados às diferenças individuais em características importantes para o rendimento esportivo como a força muscular, a resistência, a suscetibilidade a lesões, e muitos outros. Estas variações genéticas têm uma incidência tanto no rendimento esportivo como nas pessoas que praticam exercício físico com o objetivo de melhorar sua saúde. Mas também é importante lembrar que nem todas as variantes genéticas que podem ser encontradas nos esportistas de elite são referência de saúde no mundo do fitness.

Entre os fatores ambientais vale destacar a dieta, o tipo de treinamento e preparação, as condições atmosféricas, etc.

Mas, dado o grande número de genes envolvidos na resposta ao exercício físico, ainda é cedo para se utilizar os fatores genéticos na detecção dos talentos esportivos. O que sim pode ser feito é utilizar a genética para ajustes individuais do treinamento e na prescrição do exercício saudável.

 

Perfil genético SportGen A

Análise genética consiste na avaliação de 5 polimorfismos, os quais estão envolvidos em diferenças individuais de rendimento esportivo, como:

Propriedades de força e de resistência das fibras e músculos esqueléticos

Resposta aos diferentes tipos de treinamento esportivo (aeróbico ou anaeróbico)

Suscetibilidade a desenvolver osteoartrite

Suscetibilidade a desenvolver lesões de ligamentos e a lesão do tendão de Aquiles

Assim, as informações proporcionadas são úteis na individualização e otimização do treinamento esportivo. Além disso, também são úteis na identificação dos indivíduos candidatos a implementar medidas de prevenção das doenças frequentes do esportista.

No caso de outras doenças menos frequentes do esportista, mas muito graves, como a morte súbita, será necessário recorrer a uma bateria de análises genéticas específicas, em função da orientação da avaliação cardiológica (síndrome de Brugada, síndrome do QT curto, síndrome do QT longo, etc.).

Para quem está indicado?

 

O perfil genético SportGen é indicado às pessoas que desejam:

Manter e melhorar seu rendimento esportivo

Prevenir, na medida do possível, as lesões frequentes da atividade física

É aconselhável realizar o presente perfil genético a partir da idade adulta, da mesma forma que os outros estudos genéticos preventivos e preditivos.

Performance Desportiva

SportGen

RECEBA AS NOSSAS NOVIDADES E PROMOÇÕES
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey Instagram Icon
LOCALIZAÇÃO

93 777 888 9

Rua Carlos Seixas 162

3030-177 Coimbra 

Portugal

zossvog@gmail.com

Funcionamos por marcação.

Regularmente estamos abertos de 2ª a 6ª das 10h - 17h

Pode também fazer marcação de 2ª a 6ª das 17h - 19h ou às 9h.

Aguardamos o seu contacto!

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

© 2015 IAMVOG design by ZOSSVOG

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now